MENU

O que é realmente preciso para abrir um negócio?

São muitas as pessoas com ideias inovadoras e vontade de empreender. Apesar disso, motivação não é o único fator crucial a ter em consideração. É preciso foco e organização para perceber como abrir um negócio.

E apesar de não existir uma fórmula mágica para ter uma empresa bem-sucedida, existem algumas dicas que, quando seguidas, são capazes aumentar consideravelmente as hipóteses de êxito de qualquer negócio.

Por isso, elaboramos este artigo a explicar quais são os fatores mais importantes a ter em conta para começar o seu próprio negócio!

Abrir um negócio: Conheça os 5 pontos cruciais que deve considerar

Abrir e gerir um novo negócio exige um conjunto de habilidades e conhecimentos diversos, como por exemplo entender o mercado e o público-alvo, além de saber planear bem cada etapa.

Uma boa gestão é aquela que consegue lidar de forma eficiente com estratégias de marketing ou análise de fluxo de caixa, sempre tendo por base a criatividade e inovação.

Se tem uma boa ideia, mas está a perguntar-se como abrir um negócio, então o artigo de hoje foi feito para si. Criamos um roteiro para seguir e iniciar a sua empresa com foco no sucesso.

1 – Saiba que tipo de negócio abrir

Como pretende colocar a sua ideia no mercado? Através da venda de um produto? Um serviço? Qual será o nicho de atuação e o público-alvo que deseja atingir?

Estas são perguntas iniciais que todos os empreendedores devem fazer antes de colocar a sua ideia em prática. É preciso conhecer a fundo aquilo que será a parte central do seu negócio.

Nesta etapa, é importante também considerar que ter afinidade com o segmento em que pretende atuar é fundamental! Porquê? Porque aumenta as probabilidades de criar um negócio bem-sucedido.

2 – Um plano de negócios é vital

Começar uma empresa sem antes elaborar um bom plano de negócios é um risco que não deve correr. Este plano é o que vai orientar o seu negócio em basicamente todos os aspetos, como estrutura operacional, finanças, marketing....

Por isso, antes de se colocar no mercado e enfrentar a concorrência, deve ter todas as frentes da sua empresa organizadas e estruturadas. E como é que o pode fazer? É simples:

  • Análise de mercado: Definir e traçar o perfil do público-alvo, pensando no posicionamento do seu produto no mercado.
  • Plano de marketing: É essencial para definir o valor que o seu produto aporta, tanto no preço quanto na qualidade. Além disso irá permitir que tome decisões específicas quando for anunciá-lo.
  • Plano operacional: Descreve com a empresa está estruturada e qual a sua capacidade produtiva.
  • Plano financeiro: Deve conter, basicamente, as estimativas de custos iniciais, despesas e receitas, de capital de giro e fluxo de caixa e de lucros.

3 – Manter capital de giro

Dificilmente irá iniciar as atividades da sua empresa gerando lucro suficiente para se manter operacional. Na verdade, os primeiros meses de um negócio costumam ser de adaptação ao mercado, e não geram muita entrada de dinheiro.

Durante este início, deverá ter capital de giro. O ideal é ter um aporte financeiro para manter as atividades por pelo menos um ano, período em que o retorno obtido com o negócio deve ser suficiente para arcar com as despesas gerais.

4 – Conhecimento e capacitação

Além de trabalhar em algo que lhe dá prazer, e ter algum nível de habilidade, o conhecimento técnico também é fundamental para abrir um negócio.

Quanto mais ler, estudar e conhecer sobre o assunto da área de atuação, maior será o domínio no segmento. E, isso pode fazer toda a diferença para se destacar da concorrência, além de ser capaz de gerir a empresa com mais assertividade.

5 – Investimentos inteligentes

Geralmente o novo empresário possui um capital para investimento limitado, por isso, é muito importante saber onde aplicar este dinheiro.

Num momento inicial, áreas como marketing, capacitação de funcionários e melhorias estruturais devem ser priorizadas, pois estão diretamente relacionadas ao cliente e ao funcionamento da empresa.

Dito isso, é importante destacar que não se deve abrir um negócio a pensar que terá grandes lucros de um dia para o outro. Não exija resultados antes da hora. Dedique-se para criar uma base sólida para a sua empresa, e certamente o retorno irá chegar!

O Crédito Consolidado é operação que permite juntar todos os créditos num só. Pode, e deve, incluir todos os créditos pessoais, cartões de crédito, contas ordenado, crédito automóvel e se pretender também o crédito habitação. Pode ainda pedir algum financiamento extra. Passará a possuir uma única prestação, significativamente mais baixa do que a soma de todas as prestações anteriores. Em alguns caso pode ainda haver poupança no custo final do crédito. O Crédito Consolidado é o financiamento possibilitará o reequilíbrio do seu orçamento familiar. Tem como características principais: Não ser exigido qualquer tipo de garantia; Não tem normalmente Despesas de Liquidação ou Amortização Antecipada; Tem a possibilidade de obter um crédito pessoal agregado no consolidado; Liquidação dos créditos é feita pela entidade financiadora.
LinhaValor is a registered trademark of Best Prime Solutions, Lda. ©2021.

Activated by WeLead

Este site usa cookies, poderá consultar toda a informação na nossa página de Política de Privacidade. Reconheço e aceito que ao continuar a utilizar este site, dou o meu consentimento à utilização dos cookies deste site. Para mais informações sobre os cookies que utilizamos, como os gerimos e/ou apagamos, por favor consulte a nossa Política de Privacidade.
Contraste
Fontes legíveis